quarta-feira, 29 de julho de 2015

As nossas opiniões são realmente nossas?

Hoje vou escrever sobre o movimento que vem crescendo muito, que é o preconceito contra os homo afetivos, na verdade, isso mudou tanto que nem sei se devo chamar de homo afetivos, antes era viado, depois gay, homossexuais e acredito que agora seja homo afetivos. Vou me referir assim, mas somente para demonstrar minhas opiniões e dúvidas a respeito do assunto.

Tenho alguns amigos assim e muitas vezes conversamos sobre o assunto, em todos os casos que perguntei, nenhum deles falou que foi por opção e sim por vontade. Todos eles falam que se pudessem escolher eles não gostariam de pessoas do mesmo sexo, isso também acontece com os que gostam de pessoas de sexo oposto, quem nunca amou, mas queria poder escolher não amar determinada pessoa ou queria muito amar alguém, mas não sentia? Enfim, o amor não é bem uma questão de escolha.

O grande problema que vejo em tratar todo mundo de forma igual é justamente tratar pessoas diferentes de forma igual. Acho que existem particularidades que ficariam estranhas ou inviáveis no tratamento.

Uma vez passei por uma situação que me deixou confuso. Meu filho, de 3 anos na época, pediu um calçado e deixei ele escolhendo, ele me trouxe um calçado que ao meu ver era feminino. Orientei ele que era de menina e ele voltou a escolher. Bom, eu afirmei para ele que era calçado de menina, eu rotulei!! E se ele gostasse de calçados de menina, eu deveria proibí-lo? Cheguei ao ponto que não consegui resolver a questão na minha cabeça de forma que eu pudesse ser imparcial e ao mesmo tempo deixar ele fora de possíveis zoações no colégio. Particularmente eu não usaria o calçado, mas será que eu não usaria porque a sociedade vem de muito tempo nos impondo que aquilo é errado e isso fica no nosso subconsciente ou realmente eu não curte esse tipo de calçado?

Essa questão eu já discuti com meus amigos e enfim, as respostas eram muito variadas. Se você vivesse em uma ilha sem acesso ao continente (internet e afins) somente com pessoas do mesmo sexo, você seria homo afetivo ou não?

Será que nossas opções são realmente nossas ou foram escolhas determinadas, de alguma forma, pelo meio em que vivemos?
O que vocês acham?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...