terça-feira, 31 de maio de 2011

No dos outros é refresco

O rapaz entra numa farmácia e diz ao farmacêutico:
- Quero a melhor vaselina que o senhor tiver, porque hoje eu vou comer um cuzinho que é um espetáculo!
O farmacêutico buscou um produto e entregou ao rapaz.
- Quanto custa?
- São R$3,20.
O rapaz disse:
- O senhor não entendeu. Hoje eu vou comer um cuzinho que é o melhor da cidade, é uma maravilha e eu não posso usar uma vaselina qualquer. Quero o que existir de melhor! O farmacêutico pegou KY, explicou que era produto importado, de altíssima qualidade e entregou ao rapaz.
- Quanto custa?
- São R$ 50,00.
O rapaz, novamente, reclamou:
- O senhor continua sem entender. Hoje eu vou comer um cuzinho que é inacreditável, é uma coisa do outro mundo, não tem como explicar e eu não posso usar um produto qualquer. Repito: quero o que existir de melhor!
O farmacêutico então foi até aos fundos da farmácia, abriu um pesado cofre e voltou com um frasquinho minúsculo nas mãos:
- Este gel lubrificante está sendo desenvolvido por uma grande empresa farmacêutica. É um produto experimental, sensitivo, antialérgico, anestésico e este frasquinho, de apenas 20 ml custa R$ 500,00.
- Isto! Agora sim! O senhor entendeu o tipo de produto que eu preciso, pois hoje vou comer um cuzinho que é simplesmente perfeito!
O rapaz pagou, pegou o pacotinho e saiu.
Um velhinho, que estava quieto na ponta do balcão e assistiu toda a cena, comentou, ironicamente com o Farmacêutico:
- Vai comer cuzinho porra nenhuma! ele vai é dar o cu!
- Como é que o senhor pode afirmar isso?
- Você já viu alguém se preocupar com o cu dos outros?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...