segunda-feira, 25 de abril de 2011

Conto :: Uma estória de amor bem diferente do convencional

Havia dias que Lúcia não comia e aquela situação já estava incomodando Ricardo. Então ele chegou até ela e disse:
- Você tem que esquecer isso, meu amor!
- Não dá, Ricardo! Ainda é muito forte. Você fala isso, porque não foi contigo.
- De certa forma, foi sim, não na mesma intensidade, mas foi! A perda de uma pessoa é importante para qualquer um, mas em cada um tem uma importância diferente e em você é muito maior, afinal era sua mãe.
- Pois é Ricardo, não queria comparar.
- Eu sei, Lúcia, mas já tem 8 dias que você só toma sopa e frutas, vive deitada o tempo todo, vai querer ir junto com ela e deixar sua filha sofrer como você sofre?

(pausa)
- Você tem razão, Ricardo, com certeza, tem razão, mas não sinto fome, estou fraca.
- Então temos que te reeducar a comer, hoje farei uma papinha para você, algo de fácil mastigação, mas que não é sopa.
- Tudo bem, vou aceitar. Você é um anjo em minha vida, eu não sei porque eu não te amo!
- São coisas da vida, Lúcia, coisas da vida.
- Mas você me ama, eu sei, e eu não consigo sentir o mesmo.
- Pode deixar que enquanto eu tiver sua companhia, ficarei bem, só tenho medo quando você começar a gostar de alguém de verdade...
- É, eu imagino, mas você entende, né?
- Claro, Lúcia, entender a gente entende... mesmo sofrendo bastante.

Lúcia não sabe exatamente se beija Ricardo ou não. Ela sabe que ele a ama, mas ela apenas gosta dele como amigo, não consegue perceber quando uma reação poderá machucá-lo ou ajudá-lo. A amizade dos dois é importante para Lúcia, mas pode prejudicar Ricardo. Então ela diz:

- Ricardo, quero que se afaste de mim.
De repente um prato cai. E Ricardo assustado diz:
- O que aconteceu, Lúcia?
- Imagino que se nós continuarmos amigos, você estará sofrendo e ficará difícil de encontrar um novo amor para ti.
- Lúcia, se você estiver bem, e eu puder ser seu amigo, do jeito que somos hoje, será suficiente para manter o meu amor. Não preciso que me ame, nem que me beije ou faça amor comigo, somente a sua amizade me basta, até porque, acho que é tudo que conseguirei de ti.
- Queria que as coisas fossem diferentes.
- Eu também Lúcia, mas Deus nos dá o fardo que aguentamos carregar.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...